10 dicas para ser uma boa fonte para imprensa

Para estar presente na grande mídia com regularidade, seja em reportagens de TV, jornais impressos, programas de rádio, blogs e portais, é preciso ter consciência de atitudes e características que fazem uma grande diferença entre um bom entrevistado e um que fica fora da lista de fontes dos jornalistas.

A Impulsione Comunicação listou dicas essenciais e de fácil compreensão para você estar preparado para tornar-se uma fonte de referência e ter um excelente relacionamento com os jornalistas. São 10 passos simples e determinantes:

  1. Seja acessível, mesmo com agenda lotada de compromissos, encontre sempre um tempo para dedicar-se a compartilhar o seu conhecimento com a mídia.
  2. Evite termos técnicos. Caso seja necessário, é importante citar e logo explicar o que significa.
  3. Seja objetivo e claro na entrevista, evitando inserir dois conteúdos numa mesma resposta.
  4. Caso tenha dados relevantes sobre o assunto, ofereça para o jornalista para contribuir com a reportagem.
  5. Ao ser contactado pelo jornalista, informe a sua assessoria de imprensa para que você possa estar melhor preparado para a entrevista. Nesse momento, a assessoria também pode identificar oportunidades para uma mídia positiva sobre o seu assessorado.
  6. Se não compreender a pergunta, pode pedir, com educação, para que o jornalista a explique. Evite responder, quando ficar em dúvida sobre o que foi perguntado.
  7. Jamais destrate o jornalista mesmo que em algum momento ele seja indelicado ou demonstre pressa, mantenha o foco na entrevista.
  8. Receba bem o jornalista, seja pessoalmente ou por telefone; coloque-se à disposição para tirar as dúvidas e conceder a entrevista sobre o assunto solicitado.
  9. Nunca adote um discurso comercial para uma entrevista jornalística. O repórter pode entender que você está usando o veículo para fazer propaganda do negócio.
  10. Caso você encontre o jornalista em um evento ou outro ambiente que não seja o da entrevista combinada, cumprimente-o, mas vale lembrar que você é sempre fonte e o jornalista sempre jornalista. Não existe informação em off, só fale o que puder ser publicado.

Gostou? Compartilhe essas dicas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *